20mar
2015
0

450 anos de poesia em São Paulo e no Belém – Realismo – 05

Realismo mostra o cotidiano massacrante e as mazelas da sociedade.

A luta do imigrante

Sol exposto longamente,

Escondido entre o entrelaçar dos ventos.

O ventos refrescando a paisagem

Recebe o imigrante

Humilde, ansioso por trabalho

Em terra desconhecida…

Longo mar duramente vencido.

Enfrentam o trabalho.

Terra virgens.

Braços fortes…mãos grosseiras.

É hora de lutar!

Cresce o povoado

Ao redor da estação.

Ao fundo…bem ao fundo…

As águas quentes do rio

Refrescam a terra já plantada.

Vencido o cansaço…

A terra arada,

Surge a alegria

Em terras, agora, mais conhecida.

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese