06ago
2017
0

Descubra os açúcares usados no livro – A Cigarra e as Formigas em Doce

Os açúcares e doces, como os bolos, biscoitos, alguns pães, croissants e outros produtos industrializados feitos com carboidrato refinado devem ter consumo ocasional.

Os açúcares devem ser utilizados com moderação em preparações culinárias e sempre que possível deve-se optar pelo consumo em sua forma bruta: o açúcar mascavo. É o açúcar escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de cana. Como o açúcar mascavo não passa pela etapa de refinamento, ele apresenta uma coloração mais escura e sabor mais encorpado sem refinamento, sendo preservados o cálcio, o ferro e os sais minerais.

Tipos de açúcares:

Existem diversos tipos de açúcares além do mascavo: o demerara, o cristal, o refinado, o açúcar de confeiteiro, em tabletes, melado, líquido, orgânico, etc. As principais diferenças aparecem no gosto, na cor e na composição nutricional de cada tipo. A regra básica é a seguinte: quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele contém e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, o refinamento.

Mascavo De cor marrom ou dourada, esse é o açúcar em sua versão mais bruta, e tem essa tonalidade, justamente, por ainda não ter passado pelo processo químico de refinamento, o que faz com que ele preserve algumas vitaminas e minerais. Por ainda conservar o melaço da cana, o sabor é mais forte, sendo próximo ao da cana-de-açúcar.

 

Demerara – O açúcar demerara é submetido a um refinamento leve e recebe pouco ou nenhum aditivo químico em sua composição.

Assim, com seus grãos de coloração marrom-claro, ele mantém valores nutricionais altos e parecidos com o do açúcar bruto, ao mesmo tempo em que pode ser utilizado no preparo de doces.

Cristal – Açúcar não-refinado cujo processo de produção acaba na fase de cristalização. Contém de 98 a 99% de sacarose.

Açúcar refinado – O açúcar é um termo genérico para carboidratos cristalizados comestíveis, principalmente sacarose, lactose e frutose.

 

Adquira o seu exemplar e construa a sua versão da história: A Cigarra e as Formigas em Doce.

Uma versão da fábula A Cigarra e as Formigas em Doce pode ser lida em nosso blog.

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese