25fev
2019
0

Dinossauros – Pré-história Nacional

Dinossauros nos mostram que os primeiros eram pequenos, tinham hábitos alimentares variados: carnívoros, herbívoros, onívoros, e, modos de vida distintos: uns viviam perto da água, outros em regiões arborizadas. Em outra era pesando, na maioria dos casos, toneladas, os enormes répteis alimentavam-se de carne, frutas, plantas e de insetos. Tinham uma grande dificuldade de deslocamento em função de seu peso.

O primeiro fóssil de dinossauros no Brasil foi encontrado nos anos 1930 pelo gaúcho LLewellyn Ivor Price em Peirópolis (MG). Também em Peirópolis foram descobertos outros fósseis de três grupos de dinossauros: titanossauro, terópodes e velocirraptor.

No Brasil há três regiões onde mais foram encontrados fósseis de dinossauros: Minas Gerais, Rio Grande do Sul e a Chapada do Araripe que abrange os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí.

A Chapada do Araripe é considerada por paleontólogos do mundo inteiro como o “paraíso dos pterossauros“, pela quantidade e qualidade dos fósseis desses animais encontrados ali. O Cearadactylus atrox foi uma espécie de pterossauro que viveu em meados do período cretáceo na região que hoje conhecemos como o nordeste do Brasil.

Na Paraíba existe O Vale dos Dinossauros uma unidade de conservação criada em 2002 é um dos mais importantes sítios paleontológicos existentes, onde registra-se a maior incidência de pegadas de dinossauros no mundo.

No Ceará fica o Museu de Paleontologia da Universidade Regional do Cariri é um museu brasileiro que abriga acervo paleontológico oriundo da região do Cariri.

No Rio Grande do Sul, foram encontrados muitos fósseis dentre eles: Staurikosaurus, Pampadromeus, Saturnalia, Unaysaurus e Guaibasaurus que representam a pré-história dos próprios dinossauros.

Em alguns estados do Brasil como Rio Grande do Sul, Paraná… encontramos o Vale dos Dinossauros, parques temáticos, que exploram a magia dos seres pré-históricos.

Algumas fotos de fósseis e réplicas no Brasil:

Santanaraptor Santanaraptor placidus é uma espécie de dinossauro terópode encontrada no Brasil com aproximadamente 110 milhões de anos. Foi escavada em 1996 na formação de Santana no estado do Ceará.

O fóssil encontrado media 1,6m e pertencia a um dinossauro jovem. Calcula-se que o Santanaraptor adulto pudess alcançar 2,5 metros. A descoberta foi uma das mais importantes do Brasil.

Museu dos Dinossauros no Bairro de Peirópolis, em Uberaba

Uberabatitan ribeiroi pertence ao grupo de dinossauros herbívoros. Segundo especialistas, o animal   tinha 15 m de comprimento e as camadas de rocha nas quais foi achado têm entre 65 e 70 milhões de anos no final da Era dos Dinossauros.

Os primeiros fósseis do Uberabatitan ribeiroi foram encontrados em 2008, em uma área próxima de Uberaba, por isso o nome é uma homenagem à cidade. Uma réplica de 20 metros de altura da espécie que viveu há 70 milhões de anos na região foi montada e pode ser conferida no Museu dos Dinossauros.

O Maxakalisaurus topai foi um dinossauro herbívoro que viveu durante o período Cretáceo, há cerca de 80 milhões de anos, na América do Sul. Quando adulto media aproximadamente 13 metros de comprimento e pesava cerca de nove toneladas.

Réplica do esqueleto do dinossauro Maxakalisaurus topai  que ficava exposta no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Quinta da Boa Vista, Rio de Janeiro.

Alguns sites e filmes de museus:

geoparkararipe.org.br/paleontologia-da-bacia-do-araripe/

www.museudepaleontologiaplacidocidadenuvens.com

www.youtube.com/watch?v=ZvxXDu3y3Vg   filme do Museu de Paleontologia de Cariri

www.youtube.com/watch?v=jzbGEkMIAjI

www.descortinandohorizontes.com/2014/12/museu-dos-dinossauros-em-peiropolis-uberaba-mg.html

geoparkuberaba.blogspot.com/

Bibliografia

ANELLI, Luiz. Eduardo. Dinossauros e outros monstros, uma aventura à pré-história do Brasil. São Paulo: Editora Peirópolis e EDUSP, 2015.

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese