Aprimorando a escrita

Cada gênero se faz para representar a evolução da escrita nas diferentes séries. Pelas imagens, o aluno inicialmente é levado a observar os detalhes plásticos das páginas, interpretá-los, para depois construir, com a linguagem verbal que domina, sua versão da história. Realiza, assim, a reescrita no próprio livro.

O que sonhamos?
Sonhamos, de verdade, participar, como gente envolvida com Educação, na formação pela arte. Levar alunos, conosco, em voos da imaginação.

Objetivos

Estimular e aprimorar a escrita com gêneros textuais diferentes deixando a imaginação e criatividade fluírem.
Propiciar a contação e a releitura de contos, fábula, lenda, aventura.
Sondagem
Apresentar gêneros textuais diferentes numa crescente evolução da escrita para assim chegar ao gênero proposto com maior desenvoltura. Exemplo: começar com lista, bilhete, convite, carta, entrevista… até chegar ao conto, lenda, fábula, novela…
Instigar os alunos sondando o seu conhecimento sobre o assunto.

Vivência

Desenvolver na criança a expressão oral e/ou escrita, bem como em outras linguagens, incorporando estruturas da língua culta dos gêneros: conto, fábula, lenda, novela.
Participar de situações que envolvam comportamentos de escritor, relacionados à produção de uma pequena publicação.
Proporcionar a leitura de outra linguagem, as imagens em fotos, esculpidas com alimentos e reproduzi-las.
Adequar à expressão oral e/ou escrita à versão apresentada nessas imagens.
Construir estruturas adequadas ao nível culto da linguagem, no que se refere à frase, pela escolha do vocabulário e da sintaxe; também estruturas pertinentes ao gênero proposto, oralmente e por escrito.
Ideal vivenciar com os alunos tudo o que se tem de informação sobre os tipos de gêneros textuais e várias versões da história estudada.

Obs. Nosso blog apresenta as histórias (miniconto, conto, lenda, fábula, novela…) em prosa e algumas também em verso. www.doceshistorias.com.br/blog/

Descobertas

Os alunos deverão pesquisar na biblioteca livros que remetem ao tema proposto.
Em outro momento, deverão navegar na internet em duplas para desvendarem mais segredos das histórias escolhidas.
A pesquisa mais aprofundada pode ser feita em grupos, cada um buscando informações relevantes sobre as histórias.

Sugestões:

– Diferenças entre as versões de filmes e das obras originais dos clássicos da Literatura Infantil.

Branca de Neve diferentes versões
Cinderela diferentes versões
A Rainha da Neve diferentes versões
A Bela e a Fera diferentes versões

– Curiosidades das obras selecionadas.

Apresentação

A pesquisa de cada grupo deverá ser apresentada claramente e explicada a todos.
Poderão levar bonecos para contar a história selecionada.
Se necessário o professor fará intervenções caso algo não esteja de acordo com a verdade. (algum erro na pesquisa).

Diário

É um instrumento pedagógico em que os alunos resenham as ideias discutidas ao longo do período dos estudos.
Cada aluno fará o seu diário de acordo com as pesquisas que cada um fez individualmente, ou em grupo.
O aluno deverá fazer um registro detalhado e preciso: indicando datas, locais, fatos, passos, descobertas, investigações, anotações, entrevistas…
O diário será bastante útil, pois cada um escreverá no final do projeto, de acordo com as suas fascinações, descobertas, aprendizados e principalmente sua criatividade e imaginação.

Público alvo

Alunos do Fundamental l do 1º ao 5º ano.

Os contos, fábulas e lendas construídos com a doçura dos açúcares…com a magia do chocolate… com a variedade de alimentos.
Nesse clima, em cenas fixadas em fotos, sucedem-se as sequências narrativas.
Os gêneros textuais serão trabalhados nas diferentes séries para que evoluam a escrita dos alunos.

1º ano – miniconto, gênero que apresenta um número de páginas bem reduzido e com estruturas linguísticas bastante repetidas, facilitando a fixação das estruturas, uma vez que as ações se repetem durante a evolução da história.

Os músicos de Bremen em doce
A galinha ruiva em doce

2º ano – fábula, gênero textual que apresenta um número de páginas bem reduzido. Na história, poucas personagens, tempo e lugares indefinidos, poucas ações, apenas uma problemática e a solução do problema.

A cigarra e as formigas em doce
A assembleia dos ratos
O cachorro e a sombra
Burrice
O leão e o ratinho
A raposa e as uvas
A lebre e a tartaruga em doce

3º ano – conto, gênero com maior número de páginas, uma história mais elaborada com mais personagens e mais ação envolvida na narrativa, maior complexidade.

Branca de neve em doce
Patinho feio em doce
João e Maria em doce
Os três porquinhos em doce
Chapeuzinho vermelho em doce
Cinderela em doce
A pequena sereia em doce
A Bela e a fera em doce

4º ano – lenda, narrativa transmitida pela tradição oral, combina fatos reais com irreais que são produtos da imaginação da humanidade.

Vitória-régia em doce

5º ano – novela, gênero textual que combina diversos focos narrativos com inúmeras personagens, vários conflitos e solução de todos eles.

Peter Pan e Wendy em doce

Etapas

Trabalhar de forma diferenciada os gêneros textuais nas diferentes séries.
Interagir nas situações de produção de textos coletivos, em duplas ou em grupos.
Preocupar-se com seus leitores, na apresentação visual do trabalho, na clareza da forma escrita.
Ocasionar um trabalho de interação no grupo sala, entre si e com a professora regente.
Acrescentar à magia inerente às histórias, o aspecto sensorial das imagens.

Avaliação

Apresentação da pesquisa em grupo.
Escrita do diário de bordo.
Produção textual do gênero escolhido na coleção Doces Histórias (miniconto, conto, lenda, fábula, novela…) tudo que foi estudado e apreendido.

Obs.: Professor solicite por e-mail ( contato@doceshistorias.com.br ) o projeto completo e a sequência didática do título escolhido.