20set
2021
0

Fábrica de magia de grafite

Doces Histórias é uma editora de livros infantis que também se preocupa com a qualidade do desenvolvimento da escrita das crianças em nossos livros. Procuramos a Faber-Castell para uma orientação técnica sobre o melhor lápis e a melhor borracha para serem usados pelos nossos pequenos coautores.

Segundo a orientação de Elaine Mandado, gerente de comunicação da Faber-Castell São Paulo, os lápis Castell 9000 HB, B e 2B e a borracha Dust Free são os mais indicados para a escrita em nossos livros.

Curiosidades

Você já viu esse castelo nas caixas de lápis da Faber-Castell?

Esse castelo existe! Fica na Alemanha na cidade de Stein/ Nuremberg.

O Castelo Faber, em alemão Faberschloss, ou Castelo de Stein faz parte de um complexo histórico do final do século XIX e começo do século XX.

A princípio a família Faber fundou a fábrica de lápis em 1761 com o marceneiro Kaspar Faber. Ele não fazia parte da nobreza. Quem expandiu a empresa foi seu neto Lothar von Faber anos mais tarde. Ele  que teve a ideia de gravar o nome e logomarca nos lápis.

“Em 1898, a filha mais velha do Barão Wilhelm von Faber, Ottilie (1877-1944), casou-se com o Conde Alexander zu Castell-Rüdenhausen, membro de uma das famílias aristocráticas mais antigas da Alemanha. Mas o testamento de seu avô Lothar von Faber havia estipulado que qualquer um de seus descendentes que fosse bem-sucedido em sua propriedade deveria continuar não apenas com o nome da empresa, mas também com o nome de família Faber. E assim, por consentimento do Príncipe Regente Luitpold, surgiu a nova linha de Condes von Faber-Castell.

Após a morte da viúva de Lothar Ottilie em 1903, o negócio passou para sua neta Ottilie e seu marido Alexander. No mesmo ano, o Conde Alexandre mandou construir um “castelo de considerável extensão” no terreno próximo ao local de produção em Stein, adjacente ao Castelo Velho menor que havia sido construído por Lothar von Faber. Em 1905, o conde lançou uma nova linha de lápis e deu o nome de Castell e ele escolheu a cor militar verde para diferenciá-lo dos concorrentes.”

O Conde decorou as caixas de lápis de cor com “dois cavaleiros do lápis”. Com o tempo, a imagem deixou de ser usada, mas é o símbolo, a marca da empresa Faber-Castell.

Existe um castelo, uma fábrica ao lado e um museu que expõe peças como lápis de madeira mais antigo do mundo, o maior e o menor… Ah! Existe uma escultura de ouro dos cavaleiros duelando que até hoje é o logo da empresa. Tudo faz parte do complexo histórico da Faber-Castell.

Referência:

https://www.faber-castell.com.br/corporate/faber-castell-experience/faber-castell-castle

Acesso em 16/09/2021.

 

 

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese