08abr
2017
0

Francisco Brennand o ovo que simboliza a imortalidade

Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand é ceramista, escultor, desenhista, pintor, tapeceiro, ilustrador, gravador. O artista é mundialmente famoso e trabalha principalmente a cerâmica, não só com a forma, mas também com a cor.
Ele transformou a olaria da família em ateliê e museu. Há pinturas, painéis de azulejos e esculturas – muitas com forte conotação sexual.
A Oficina Brennand, no bairro da Várzea, subúrbio do Recife fica isolada da cidade com galpões onde funcionaram a Cerâmica São João, fundada em 1917. Atualmente é um singular santuário dedicado às artes. O responsável por tudo isso é o ceramista Francisco Brennand, 89 anos.
A Oficina Brennand é um complexo arquitetônico formado por vários núcleos, que ocupam cerca de 15 mil metros quadrados. Há um jardim de 2000 metros projetado por Burle Marx, uma capela restaurada por Paulo Mendes da Rocha, um Templo do Sacrifício que remete ao massacre das civilizações pré-colombianas, galerias distintas dedicadas à cerâmica e à pintura, lagos, fontes e totens, formando um impressionante museu. No total, mais de mil peças
de Francisco Brennand podem ser vistas e tocadas. Tudo artisticamente protegido por uma muralha com um exército de “pássaros roca”(pássaros-guardiões relatados em uma passagem de “As Mil e Uma Noites”) aves em sentinela resguardando um imponente pátio onde abriga um templo e uma praça de esculturas. Na praça está o Templo ao Ovo Primordial, obra de significado emblemático para Brennand. “O ovo é o símbolo da imortalidade. As coisas são eternas porque se reproduzem”, afirma o artista.
A obra de Brennand é baseada no enigma da reprodução, e o ovo é um elemento recorrente, e representa a vida.

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese