27mar
2019
0

Museu do Prêmio Nobel – Estocolmo

Em Estocolmo, existe a história de um sueco, químico, engenheiro, inventor, empresário e filantropo Alfred Bernhard Nobel em um museu chamado Museu do Prêmio Nobel.

Ele inventou a dinamite, ficou milionário. Deixou um testamento destinando 94% de sua fortuna para as criação de uma fundação para reconhecer as pessoas por trás das grandes descobertas que ajudaram a humanidade.

O museu não é grande, mas encantador e muito moderno. Há fotos da vida de Alfred Nobel, seus objetos, também o testamento aonde registrou a vontade de deixar sua riqueza, sem o conhecimento da família, para a criação do Prêmio Nobel.

Existem fotos de todas as mentes brilhantes do mundo que receberam os prêmios entregues desde 1901. As fotos circulam o museu o tempo todo, por uma engrenagem e você pode ver todos que receberam tal honraria.

A princípio o Prêmio Nobel era concedido apenas a Física, Química, Medicina, Literatura e Paz. Os quatro primeiros prêmios são entregues em Estocolmo pelo rei da Suécia. O Prêmio da Paz é  escolhido e entregue na Noruega pelo rei do país. Em 1968, acrescentaram o prêmio de Economia que é entregue na Suécia aos premiados.

A entrega do prêmio acontece no edifício da municipalidade de Estocolmo. Concedem-se honrarias:  medalha de ouro, um diploma e valores em dinheiro ( 1,2 milhões de dólares).

O museu apresenta as maiores e melhores mentes brilhantes que contribuíram para o bem da humanidade no decorrer de mais de cem anos.

Sem Comentários

Responder

Click to access the login or register cheese