30set
2016
2

O Leão e o Ratinho

Em uma região recoberta de diversos tons de verde, viviam animais  de todo tamanho. Lá morava um leão forte, vigoroso, o rei de tudo. Quando ele estava faminto, não deixava escapar nada, corria atrás das emas, das zebras, dos elefantes…. Ele se deliciava com todos os bichos, por isso era tão forte, pois diversificava muito sua alimentação.

Do outro lado, vivia um ratinho muito esperto, ele corria das zebras, que corria dos elefantes, que corria do leão, que não corria de ninguém. O mais fraco sempre corria do mais forte. O ratinho vivia fugindo de todos, não fazia outra coisa.

Quando o leão estava faminto, não deixava escapar a caça. Capturava seu alvo rapidamente, deitava e triturava a presa com muita cautela, saboreando- a, ainda que fosse grande. O ratinho estava tão atento, fugindo de uma ave enorme e nem percebeu que estava passando muito perto de um leão.

O pequeno animal correu muito em círculos, estava fugindo desesperado para não ser capturado pela ave gigante. De repente parou bruscamente, pois ficou preso nas garras do leão. Assustado o ratinho pensou: “Chegou o meu fim, serei devorado por esta fera”.

O leão olhou para aquele bichinho insignificante, que estava trêmulo de medo. O ratinho apavorado, tentou convencer o leão a deixá-lo partir. O rei dos animais retrucou: “Por que devo deixar você em paz? ”.

O ratinho respondeu: “Hoje você me ajuda; amanhã eu ajudo você. ”

– ÔÔÔÔÔÔÔÔÔÔÔ!!! O leão achou tanta graça da justificativa. “Imagine… um bicho tão pequeno ajudar um animal tão forte, simplesmente o rei da selva.

O leão, que acabara de se deliciar com uma suculenta ema, então resolveu deixar o ratinho partir.

Ele não perdeu tempo, foi embora. Caminhou bastante com suas corridinhas, mas, como é muito pequeno, ainda estava na mesma área e ouviu  urros e mais urros.

– GRRRRAUU!!! GRRRAUUU!!! GRRRRRAUUUU…

Esses sons não paravam mais, urros e mais urros. O ratinho voltou para ver o que estava acontecendo. Viu o leão preso por uma rede no alto de uma árvore.

O pequeno roedor subiu na árvore e começou a roer as cordas da rede. Rapidamente as malhas começaram a se romper com o peso do leão, as outras se afrouxaram e assim o leão pôde se desvencilhar daquela armadilha.

Naquele momento, leão e ratinho tornaram-se grandes amigos. O ratinho falou para o leão:

“O dia de amanhã, ninguém sabe!!!”

Pesquise a biografia de Esopo.

Adquira o seu exemplar e construa a sua versão da história: O Leão e o Ratinho

Comentários (2)

  • Ana Isabel

    Gostei muito desta fábula e decidi fazer um livro de fábulas .

    Responder
    • Claudia

      Essa ideia de você escrever um livro de fábulas é fantástica! Vale a pena escrever e escrever sempre. Os nossos livros são feitos de imagens para que você crie a sua história nele. Você pode visualizar duas páginas do livro no nosso site https://www.doceshistorias.com.br/livros/ – Temos oito fábulas publicadas, todas para serem escritas.

      Responder

Responder

Click to access the login or register cheese